NO PÉ DA MULA! – Haroldo Barboza

A LUZ DO TÚNEL APAGOU

A maneira das elites governantes manterem o povo domesticado é simples: basta evitar que 95% da população tenham acesso à prática da educação e cultura de bom nível. Mantendo o rebanho ciente apenas das 4 operações aritméticas (excluindo números decimais, é claro) e de como se escrevem umas 50 palavras (excluídas as que possuam “ss”, “ç”, “x” e “ch” – crase, nem pensar) é o bastante para enganar os eleitores com notícias fantasiosas e picotadas.

A partir deste estágio fica fácil enganar por longo tempo a galera que só tem acesso às notícias por três meios:

a) Tele-jornais conduzidos por simpáticas estampas;

b) Manchetes de jornais pendurados nas bancas;

c) Rádios com programas conduzidos por locutores de boa dicção.

A Internet (ainda sem controle total por parte dos abutres) só atende 10% da população. Dentro deste universo, 40% a usam para fins profissionais. Pelo menos 50% usam para trocar fotos de artistas pelados, receitas para confecção de drogas, marcarem rachas e brigas nas ruas pela madrugada, troca de notas amorosas e enviar recados malcriados para clubes que perderam algum jogo de futebol. Pouco menos de 10% a usam para pesquisas sérias (escolares, culturais, turísticas) e articulação de comportamentos que possam cobrar ações das autoridades para elevar o padrão de vida comum.

Dominando estes três principais canais de informações, os gerenciadores públicos conduzem suas artimanhas escusas sem receio de levante popular. Quando um fato mais grosseiro escapa ao controle e chega a irritar o povo prejudicado, imediatamente geram um factóide inútil para atingir o emocional das mentes indignadas e acalmá-las com rapidez.

E o excluído que com sorte encontra um trabalho temporário de 12 horas por dia por um SM acredita estar bem “informado” quando toma conhecimento de um fato divulgado com o seguinte teor:

a) Musa do BBB ontem dormiu com garanhão louro usando calcinha amarela com detalhes em rosa (quem usava a calcinha?);

b) Atacante da seleção pode não jogar amanhã por que sua aliança de noivado ficou apertada em seu dedo (seria no dedo do pé?).

Tais notícias deixam a galera em alvoroço enquanto os mentores dos gabinetes tranquilamente dão andamento aos seus planos de aumentar suas contas bancárias em detrimento dos serviços públicos.

Então nos defrontamos com manchetes na página 1 do tipo (publicada no RJ em jun/2010):

POLICIAIS DA PM RECEBERÃO AUMENTO DE 70%!

Pronto! O povo passa a acreditar que nossos policiais finalmente terão um salário mais digno.

Mas a proposta real aparece com letras miúdas na 11ª. página: tal aumento será concedido em 48 parcelas a partir de jan/2011. Um percentual que talvez empate com a inflação mensal (camuflada por itens em deflação, como a bola de tênis, cujo preço caiu barbaramente depois do afastamento do esforçado Guga).

Se um bairro pobre é alagado mais uma vez depois de 45 anos de repetição, a mídia “alivia” a incompetência da Prefeitura com a manchete:

PREFEITO VAI CRIAR PISCINÃO PARA OS MORADORES DA FAVELA DO BARRO MOLE USANDO ÁGUAS PLUVIAIS! Tão bonzinho.

E assim o rebanho bem “informado” continua sendo conduzido para o pasto da miséria geral, localizado além do tal túnel desmoronado.

Onde já não brilha mais uma luz em seu fundo.

Fonte: Blog Jornal da Besta Fubana


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: