ÍNDIO DA COSTA É MAIS EXPERIENTE QUE DILMA ROUSSEFF

ÍNDIO DA COSTA É MAIS EXPERIENTE QUE DILMA ROUSSEFF

Assim que Índio da Costa (DEM/RJ) foi indicado como vice na chapa de José Serra, os petistas deram início a um debate até então proibido por eles próprios: a experiência. A idéia seria comparar Índio e Temer, buscando mostrar as vantagens deste último. Marcos Coimbra, presidente do Vox Populi, publicou texto recente em que tenta demonstrar de forma cabal a vantagem da chapa petista nesse pormenor.

Mas há um problema nessa recente sanha dos petistas quanto à “experiência”: O VICE NA CHAPA DE SERRA É MAIS EXPERIENTE QUE DILMA ROUSSEFF. Isso mesmo. Como o forte da turma da estrelinha não é exatamente o raciocínio, resolveram fazer a comparação de “vice com vice” e não pensaram na cabeça da chapa. Deu no que deu.

Índio da Costa exerceu três mandatos como vereador e foi também Secretário Municipal do Rio. Agora, é Deputado Federal. São vários e vários anos em cargos eletivos, talvez não tantos quanto os de Temer, mas DEFINITIVAMENTE muito mais que Dilma, já que a candidata petista simplesmente jamais exerceu qualquer função pública eletiva. Isso mesmo: nada.

A experiência de Dilma é zero.

Qualquer pessoa – menos os petistas e, até hoje, o presidente do Vox Populi – levantava essa questão ao comparar Serra e Dilma, mas o tema era praticamente “proibido”. Falavam em FHC e Lula, que também nunca haviam exercido cargos no Executivo (mas um foi senador e o outro deputado e, querendo ou não, tinham/têm uma história política de verdade).

O candidato a vice na chapa de Serra foi eleito vereador pela primeira vez em 1996; Dilma, que nunca foi eleita a nada, ainda levaria seis anos para filiar-se ao PT – e isso para continuar num carguinho do governo estadual, pois seu ex-partido (PDT) romperia a aliança.

De maneira engraçada, a petistosfera resolve dar início ao “debate da experiência”. De fato, é uma discussão MUITO saudável. E se o jovem deputado já tem carreira política mais experiente que a de Dilma (está na vida pública há 14 anos, enquanto ela nunca se elegeu a nada), será interessante quando o currículo – verdadeiro, claro – da petista for comparado ao de Serra, um ex-ministro, deputado, senador, prefeito, governador etc.

Nesse caso, curiosamente os militantes e paus-mandados do PT não aceitam fazer qualquer comparativo. O “brilhante” Marcos Coimbra tenta dar uma pedrada na campanha de José Serra, mas não volta sua análise para a cabeça de chapa do PT. Cobra experiência dos vices, mas não a exige dos que concorrem como representantes principais – um tiro no pé. Muitos blogs petistas também iniciaram esse mesmo tópico, cobrando experiência dos candidatos a vice. E repetem o mesmo tiro.

Vale reiterar: o tema é ótimo. Vamos cobrar dos candidatos principais! Ou será que nesse caso o PT não aceita? Claro que vão fugir, pois sabem que sua candidata não tem experiência alguma. Mas não é engraçadíssimo isso? Fazem aquelas “análises” sobra a experiência dos vices, ao mesmo tempo em que se omitem sobre o tema quanto aos candidatos principais.

E assim chegamos ao ápice da teratologia, ao cúmulo do ridículo: analistas apontam “inexperiência” de um vice, mas seu currículo é MAIOR que o da candidata petista. O suposto “inexperiente” tem quatorze anos de vida pública em cargos eletivos, Dilma nunca foi eleita a nada. No fim das contas, mesmo depois de comparar os currículos dos vices, ainda fica proibido comparar os dos candidatos principais.

A síntese é essa: Temer é mais “experiente” que Índio da Costa, então Temer seria “melhor”. Mas Índio é mais “experiente” que Dilma, mas não se deve falar nisso. Serra, por sua vez, é muito mais experiente que todos eles, principalmente Dilma. Mas para os petistas, o tema não entra em discussão nesse caso.

Problema deles. Índio da Costa é mais experiente que Dilma Rousseff. Isso é fato, não é opinião. E quem resolveu levantar o assunto foi o próprio PT. Agora, claro, vão fazer de tudo para baixar essa poeira, pois trataram de convocar um Dunga para essa eleição.

ps.: Parabéns a Marta Suplicy, candidata ao senado por SP, que escolheu como seu suplente ninguém menos que Antonio Carlos Rodrigues, presidente da câmara paulistana. Não conhecem? Procurem no Google. Depois de Duda Mendonça, seu marqueteiro de campanha, essa foi seguramente sua melhor escolha. Um trio e tanto.

Fonte: Blog IMPRENSA MARROM

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: