Gastança da Copa 2014

A mais corrupta Copa da história da humanidade

Nunca na história da corrupção universal foi elaborada uma estratégia tão grandiosa para assaltar os cofres públicos de um país

Fotomontagem de Toinho de Passira

ACIMA DE QUAISQUER SUSPEITAS – Pode-se dizer que as pessoas que aparecem nessa foto, Ricardo Teixeira, presidente da CBF, Joseph Blatter presidente da FIFA, Luis Inácio, Presidente do Brasil e o Ministro dos Esporte, Orlando Silva, são costumeiramente acusado, de confundir o dinheiro público e o privado, em benefício próprio. Compreenderam?

Toinho de Passira
Fontes: Agência Senado, Estadão

Agora é oficial: enquanto o presidente Lula, em Johanesburgo, África do Sul, falava que o Brasil terá a mais bonita e emocionante Copa do Mundo, no congresso, a base governista aprovava nas comissões a Lei de Diretrizes Orçamentárias que abre as porteiras da corrupção engessando o Tribunal de Contas e abrindo as porteiras para o superfaturamento, e o assalto impune aos cofres públicos brasileiros.

Em resumo a nova Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2011, proposta pelo governo e aprovada pela base governista, no Congresso é uma autorização legal para que os órgãos envolvidos com as obras de construção referentes a Copa do Mundo 2014 e as Olimpíadas de 2016, gastem o dinheiro público, sem praticamente nenhuma fiscalização.

A LDO permitirá que as obras para a Copa do Mundo de 2014 e a Olimpíada de 2016 sejam contratadas sem o cumprimento da Lei de Licitações (n.º 8.666).

O regime de empreitada – que será usado para contratação de obras da Copa – também não ficará sujeita a essa legislação.

Assim, as construções dos estádios e a infraestrutura das cidades ligadas ao evento, os transportes, os aeroportos, tudo construído ao Deus dará, uma farra do boi com o dinheiro público, a alegria dos políticos corruptos, a orgia das empreiteiras.

Ao que parece aquele assalto que roubou o cofre da casa da amante de Ademar de Barros era apenas um ensaio para esse evento grandioso.

Não se pode desprezar, como efeito colateral, que eleitoralmente, essa aprovação torna mais atraente, para as empresas envolvidas no evento, beneficiarias desse butim,invistam na campanha da candidata. Pois só Dilma garante que a corrupção será mantida, como está. Afinal o seu partido, os apoiadores de sua candidatura, o estilo de governar que defende e quer herdar, são os autores, planejadores e principais envolvidos nessa estratégia de corrupção em escala monumental.

Se a oposição protestar, investir contra a inconstitucionalidade da lei, dirão que estão tentando prejudicar o sucesso internacional do país.

Quando foi anunciada a escolha do Brasil para sediar a Copa de 2014, um ano atrás, baseados no superfaturamento e na farra das empreiteiras nos Jogos Pan-americanos, já anunciávamos em Manchete: “Mundial-2014: a roubalheira anunciada” e no subtítulo perguntávamos:

“Por que um país que tem hospitais imundos, onde escolas desabam sobre as crianças, presídios superlotados obrigam juízes a fazerem rodízios de presos, tem as piores estradas federais do mundo, vai investir bilhões e bilhões na construção de estádios, para servirem de palco a apenas quatros jogos do mundial de futebol, cada um?“

Aí estão as respostas dos motivos.

Veja no “thepassiranews” outros posts sobre o mesmo tema:

Mundial-2014: a roubalheira anunciada
Convite a corrupção: R$ 4,47 bilhões sem licitação
Cronograma da corrupção está nos trinques
FIFA quer isenção total de impostos na Copa de 2014
Ministério contrata assessoria de porrrrrra nenhuma

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: