COPA 2014

Lula bêbado espanta os turistas de 2014

Lula desconstruiu o projeto do ministério do turismo para Copa de 2014 durante discurso na África – diz reportagem da UOL . Quando a Copa do Mundo está sendo encerrada, o país que á sediará a próxima aproveita a presença da imprensa internacional reunida para o evento para vender o próximo país em termos turísticos. O Ministério do Turismo tentou fazer isso na África do Sul, mas Lula bêbado e irreverente fez um inesperado discurso “espanta turista”, de improviso, que seria cômico se não fosse trágico.

Foto: Getty Images

Quando Lula improvisa, já é um horror, imaginem um improviso embriagado diante da imprensa internacional e convidados?

Toinho de PassiraFontes: UOL – Copa do Mundo, Besta Fubana

Quem tem um presidente como Lula, não precisa de inimigo. O Ministério do Turismo preparou em Johanesburgo (África do Sul)um evento, que deve ter custando alguns milhões, para enaltecer as possibilidades turísticas na Copa de 2014, o tema internacional da campanha é “Brazil is Calling You” (O Brasil está lhe chamando) aproveitando a presença da mídia internacional.

Na hora do discurso o presidente apareceu bêbado, mais do que o usual, e resolveu improvisar. Em minutos, estragou tudo que havia sido planejado.

Um vexame que por certo causou prejuízos incalculaveis. Turismo é um dos itens mais importante de quem sedia uma Copa do Mundo, já que os dividendos da parte esportiva do evento é quase todo destinado a FIFA e as Federações que estão participando do evento.

Os jornalistas Alexandre Sinato, Bruno Freitas e Mauricio Stycer que fazem a cobertura da Copa para a UOL, dizem no texto que “De princípio Lula alertou os estrangeiros sobre o risco de ser mordido por “uma sucuri destreinada”, disse que os brasileiros não sabem inglês mas são bons na arte de “mimicar”, garantiu que o país é tão bem servido de homens quanto de mulheres e lamentou que as pessoas vão ao cinema e na volta não encontram o carro, porque foi roubado.

A cerimônia com a presença do presidente ocorreu num espaço montado pelo governo, num centro de convenções, no coração de Johanesburgo. Lula passou um tempo folheando o discurso preparado para o evento. Mas deixou-o de lado e arrancou gargalhadas já ao mencionar as autoridades presentes. Chamou o prefeito Eduardo Paes, do Rio de Janeiro, de governador, corrigiu-se, mas acrescentou, rindo: “Mas um dia vai ser. Um dia vai ser”.

Lula elogiou a beleza do brasileiro. E observou, com aquele seu estilo filosófico próprio:

“Quando eu falo em beleza, vocês têm que compreender que para cada sapo tem uma sapa. Ninguém fica sem seu par”.

Em seguida, o presidente fez uma digressão sobre os motivos que impedem o brasileiro de ir ao cinema. Queria fazer um paralelo com a dificuldade de levar turistas estrangeiros ao Brasil. E disse:

“O cidadão vai ao cinema e depois quando vai buscar o carro, roubaram”.

Ao falar das belezas naturais do país, Lula mencionou especialmente o Amazonas, o Pantanal e a Chapada Diamantina.

“A floresta mais incrível do mundo, rios maravilhosos, mas tem que ser de maneira ordeira. Se sair da linha, uma sucuri destreinada vai pegar vocês”.

O presidente também divertiu o público ao falar que o turista que for para o Nordeste vai encontrar um povo muito acolhedor, mas que não sabe falar inglês.

“Mas tem a grande capacidade de fazer mímica. É a capacidade de mimicar do povo brasileiro”.

Dirigindo-se a Marco Aurélio Garcia, assessor especial para assuntos internacionais, Lula perguntou:

“Esse verbo existe?” E ouviu um não, mas o verbo existe segundo o dicionário Houaiss.

Lula encerrou o improviso lendo a última frase do discurso preparado para ser lido.

“Eu ia ler meu discurso, mas não li. Então vou ler só a última frase. O Brasil está te chamando. Celebre a vida aqui”, disse, fazendo graça.

Nesses 177 dias que restam de mandato, Lula ainda vai fazer muita vergonha a gente.

A nossa vingança é que ele também sofre alguns revides: o pessoal do “Besta Fubana”, ao noticiar esses fatos, como muita propriedade, o intitulou de “Com o cu cheio de cana”.


Veja o bonito vídeo promocional da EMBRATUR que deve ter custado uma fortuna e foi detonado pela atuação bizarra do nosso presidente

Uma resposta to “COPA 2014”

  1. Pedro Henrique Says:

    Já não bastassem as bravatas (de acordo com ele mesmo) pré-eleitorais e as asneiras pós eleitorais, agora nosso presimente desconstrói nossa política de turismo com o chiste de que o turista “só precisa ter cuidado com alguma sucuri destreinada”. Francamente, CALA A BOCA, LULA!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: