RECIFE – PE

Morre o maestro e violinista Cussy de Almeida

Músico extrordinário, com carreira internacional, maestro de várias orquestras, criador de movimentos sociais, o natalense – recifense Cussy de Almeida sera conhecido principalmente por ter criado a Orquestra Cidadão dos Meninos do Coque, provavelmente uma dos 10 mais importantes projetos sociais do Mundo

Foto: Divulgação

Cussy de Almeida, deixa uma importante obra, artística e social e uma grande saudade

Toinho de Passira
Fontes: Blog do Jamildo, Diário de Pernambuco, Jornal do Comércio


Morreu em Recife o Maestro Cussy de Almeida, 74 anos, que nasceu em Natal no Rio Grande do Norte, mas adotou e foi adotado por Recife há 63 anos. Maestro, violinista e compositor, Cussy de Almeida realizou, com apenas seis anos, seu primeiro recital em público no Teatro Carlos Gomes, em Natal. Aos onze realizava concertos em várias cidades do Brasil o que motivou seu pai, o pianista, Waldemar de Almeida, a transferir a família para o estado de Pernambuco.

Ao longo de sua carreira, Cussy de Almeida se apresentou em vários países europeus e tornou-se professor das universidades federais da Paraíba e do Rio Grande do Norte e professor convidado da Universidade Federal de Pernambuco.

Foi também diretor do Conservatório Pernambucano de Música, onde criou a Orquestra Armorial de Câmara. Criou ainda a Orquestra de Cordas Dedilhadas, a primeira no Brasil formada com instrumentos populares: violões, violas sertanejas de 12 cordas, bandolins e cavaquinho.

Foto: Divulgação

Cussy de Almeida a frente da Orquestra Cidadã Meninos do Coque

Um espírito inquieto e indomável, mesmo após tantas glorias pessoais, aos 62 anos, Cussy de Almeida renasceu com a criação, há dez anos da Orquestra Cidadã Meninos do Coque, que ele dirige e rege, e que foi indicada em 2010 pela Organização das Nações Unidas (ONU) como um dos 100 melhores projetos sociais do mundo. A seleção final ocorrerá em outubro, com a escolha dos 10 melhores projetos em todo o mundo, em uma festa em Dubai, nos Emirados Árabes.

O projeto conta com voluntários de diversas áreas, como psicólogos, nutricionistas, professores de música e profissionais liberais. Assistidos pela Associação Beneficente Criança Cidadã (ABCC), os 130 jovens e crianças além de aprenderem a tocar, recebem apoio pedagógico, psicológico e médico. Eles também têm aulas de inglês e espanhol e recebem três refeições por dia.

A Orquestra já gravou CD e DVD e ganhou, em 2009, o Prêmio Nacional Darcy Ribeiro, quando concorreu com outras 49 instituições.

As crianças e adolescentes da Orquestra fizeram uma homenagem emocionada ao maestro Cussy de Almeida, no Cemitério Morada da Paz, em Paulista, onde ele foi cremado, tocando “May Way”, uma das músicas preferidas do artista.

A Orquestra Criança Cidadã, deverá voltar a se apresentar no dia 5 de agosto, regida por um maestro italiano convidado.O repertório será formado por músicas de Luiz Gonzaga e contará com a participação de Alcimar Monteiro. O show deverá se transformar numa grande homenagem ao próprio Cussy.

Veja a importância do projeto Orquestra Cidadã Meninos do Coque, nessa reportagem do Globo Comunidade:

Veja a continuação da reportagem no YouTube02, YouTube03

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: