ELEIÇÕES 2010

  • Publicado em 05/09/2010

    Novo governo, velhas fichas

    Na época da ditadura, os órgãos de repressão possuíam fichas dos chamados “inimigos da pátria”. Os inimigos do regime tinham as    famosas fichas arquivadas no DOPS (Departamento da Ordem Política e Social), as quais eram usadas para ameaçar, capturar e perseguir aqueles que teimavam em discordar da ordem política instaurada pelo estado vigente no país, no tenebroso período de 1964 a 1985.

    Fazendo um fast forward para os dias atuais o que vemos? A reedição dos mesmos métodos condenáveis da ditadura. Os detentores do poder usam de subterfúgios para intimidar os adversários políticos. Só que desta vez não são as execráveis fichas do DOPS. As armas de hoje são as devassas fiscais de integrantes e familiares dos partidos oposicionistas. Pior ainda, o crime é perpetrado por um órgão do governo federal que deveria ser apolítico, como é o caso da Receita Federal que violou os sigilos fiscais de Eduardo Jorge Caldas Pereira, vice-secretário executivo do PSDB, e de Veronica Serra, filha do candidato do PSDB, José Serra.

    Num estado democrático e de direito, o governo já teria investigado, afastado e punido os autores desta excrescência. E também teria feito um levantamento para descobrir quem seriam os beneficiados por estes atos. Fica difícil não apontar o dedo para o PT, já conhecido por seus métodos heterodoxos para prejudicar os adversários políticos. Basta relembrar o caso do dossiê dos aloprados em outra eleição…

    Sei que muitos leitores vão dizer que isto não passa de um factóide para tentar reverter a inevitável vitória de Dilma Roussef. No entanto, a questão é muito mais séria. O ambiente eleitoral pode servir como pano de fundo, mas o que está em jogo é a ordem institucional e a privacidade dos cidadãos brasileiros. Ou seja, se fazem isto com os tucanos quem garante que não farão com todos? É a política do Big Brother institucionalizada que, no longo prazo, coloca em risco a democracia.

    Só para comparar. Aqui nos Estados Unidos da América, dois casos ilustram bem como, apesar de tudo, ainda são resguardados os direitos individuais dos cidadãos. Um deles ocorreu em Utah, onde funcionários do governo estadual vazaram dados sobre imigrantes ilegais para a imprensa local, divulgando nomes, endereços e outros dados pessoais a fim de jogar os indocumentados aos “leões” sedentos para punir os pobres imigrantes. Os responsáveis foram identificados e demitidos sumariamente pelo governador do estado.

    Ainda sobre o assunto dos imigrantes, o legislativo estadual de Arizona votou a Lei SB1070, sancionada pela governadora Jan Brewer, que dá direito aos policiais de pedir documentos a todas as pessoas que eles julguem estar possivelmente morando nos Estados Unidos.

    O governo federal entrou em ação e recorreu à justiça para bloquear a lei estadual. A juíza Susan Bolton determinou que as medidas mais polêmicas da Lei SB1070 não poderiam ser aplicadas, uma vez que conflitavam com os direitos individuais dos cidadãos – mesmo no caso de pessoas que entraram no país de maneira irregular.

    Portanto, se o governo brasileiro quiser ganhar respeito de seus cidadãos precisa tomar uma medida rápida e punir exemplarmente aqueles que abusaram de suas funções. Somente assim o Brasil poderá exigir o lugar que lhe cabe no âmbito internacional. Uma nação que não respeita a individualidade nunca poderá ser levada a sério.

    Quanto aos ardorosos defensores da candidatura de Dilma Roussef e Michel Temer, integrante do PMDB, mais conhecido como partido do “quero o meu”, podem ficar tranqüilos. Isto não vai interferir em nada no resultado eleitoral, até porque os governantes sabem muito bem o povo que governa – e este tipo de incidente nem repercute nas camadas mais baixas da população. Infelizmente.

Fonte: Direto da Redação

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: