Informa ‘Jornal Nacional’ – Empresa dona de hotel que ofereceu emprego a Dirceu tem “laranja” entre dirigentes

  • Truston International, sócia majoritária do Hotel Saint Peter, é presidida por funcionário de um escritório de advocacia no Panamá, informa ‘Jornal Nacional’
O Globo (Email · Facebook · Twitter) – Publicado: 3/12/13 – 21h09 – Atualizado: 3/12/13 – 22h48
hotel-San-Peter-2
Hotel Saint Peter fica no setor hoteleiro sul, em Brasília Jorge William / O Globo

BRASÍLIA – A Truston International, empresa panamenha dona do Hotel Saint Peter — que ofereceu um emprego com salário de R$ 20 mil para o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu — é presidida por um laranja. Segundo o “Jornal Nacional”, da TV Globo (veja a reportagem), José Eugenio Silva Ritter mora na num bairro pobre da Cidade do Panamá, trabalha há 30 anos como auxiliar de escritório numa empresa de advocacia e, no papel, é dono de mais mil empresas. Dirceu, condenado no processo do mensalão, está preso no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília. Com o trabalho no hotel, ele poderá sair durante o dia da cadeia.

No contrato social encaminhado ao Supremo Tribunal Federal (STF) para autorizar o trabalho de Dirceu, foi informado que, das 500 mil cotas do hotel, 499.999 pertencem à Truston Internactional. O administrador de fato do empreendimento, Paulo Masci de Abreu, é dono de uma única cota. O mesmo documento diz que a sede da Truston fica na Cidade do Panamá.

Por telefone, Paulo Masci de Abreu disse ao “Jornal Nacional” que Ritter é um empresário estrangeiro apresentado a ele por um advogado. Afirmou também que ele presta contas a Ritter regularmente. Informou ainda que o conheceu numa reunião em Miami, quando formalizou a parceria para administrar o hotel. A reportagem localizou Ritter na Cidade do Panamá. Sem saber que era filmado, ele reconheceu que é dono no papel de várias empresas, mas disse não se lembrar da Truston International. Aconselhou a reportagem a procurar a Morgan y Morgan, o escritório de advocacia onde trabalha, e que não falaria mais nada, uma vez que poderia até mesmo perder seu emprego.

Segundo o “Jornal Nacional”, a Morgan y Morgan tem sua sede no centro financeiro da Cidade do Panamá, e ajuda na fundação e administração de empresas internacionais com sede no Panamá. Ainda de acordo com o “Jornal Nacional”, a legislação panamenha permite que as ações de uma companhia sejam transferidas de um empresário a outro, sem informar as autoridades, dificultando a identificação dos verdadeiros donos.

A Morgan y Morgan foi procurada pela reportagem, mas não quis falar sobre o assunto. A advogada de Paulo Masci de Abreu, Rosane Ribeiro, disse que a sócia majoritária da Truston International é a nora dele, a empresária Lara Severino Vargas. Disse também que, na segunda-feira, vendeu a Paulo de Abreu o controle acionário do hotel. Afirmou ainda que ele é dono de 60% do prédio onde funciona o Saint Peter. Os outros 40% são de Paulo Naya, filho do ex-deputado Sérgio Naya, que construiu o hotel.

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/pais/empresa-dona-de-hotel-que-ofereceu-emprego-dirceu-tem-laranja-entre-dirigentes-10960598#ixzz2mTsCiplN
© 1996 – 2013. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: