Jogo de cena

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Depoimento do doleiro Toninho da Barcelona esclarece o lado fictício dos empréstimos do Mensalão

 toninho_barcelona_11 (j freitas)

Jogo de cena – A denúncia do delegado Romeu Tuma Júnior de que algumas contas bancárias no paraíso fiscal das Ilhas Cayman pertencem a petistas, começando pelo mensaleiro condenado José Dirceu, é a prova maior do sempre afirmou o ucho.info. Durante o julgamento da Ação Penal 470, os ministros do Supremo Tribunal Federal erraram ao classificar como fraudulentos os empréstimos bancário que também alimentaram o caixa do Mensalão do PT, o maior escândalo de corrupção da história nacional.Os contratos não poderiam ser objeto de fraude porque sempre foram fictícios, uma vez que serviram para repatriar de forma criminosa o dinheiro que o partido mantinha no exterior. Os tais empréstimos serviram para disponibilizar no Brasil o dinheiro que foi transferido no exterior às instituições financeiras envolvidas na operação. É importante destacar que o Banco Rural, por exemplo, agora liquidado, era proprietário do Trade Link Bank, como sede nas Ilhas Cayman.Que os petistas sempre foram apaixonados pelas Ilhas Cayman todos sabem, mas a situação do partido pode tornar-se ainda pior se o assunto for levado a cabo em termos de investigação. Há no rol de contas bancárias abertas no paraíso fiscal nomes de outras figuras proeminentes do PT, que se descobertos podem implodir o governo petista de Dilma Vana Rousseff, que já chacoalha, junto com o companheiro Lula, no rastro da denúncia da fábrica de dossiês que funcionava e ainda funciona no Ministério da Justiça.As autoridades envolvidas na nova fase de investigação do Mensalão devem se debruçar sobre os tais empréstimos bancários, que só foram legalizados depois que o escândalo veio à tona. Até então, a ideia era fingir que os contratos eram legais e que resultariam em inadimplência por parte do tomador, o que permitiria às instituições financeiras lançarem os prejuízos nos respectivos balanços e se beneficiarem no Imposto de Renda, uma vez que a legislação permite que o valor seja descontado em cinco parcelas anuais consecutivas e de igual valor.

Fonte: Ucho Info – http://bit.ly/1bzwac0
Postado por às terça-feira, dezembro 10, 2013

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: