A suspeita levantada pelos argentinos é divertida, mas não tem pé nem cabeça

11/12/2013 às 20:19 \ Tema Livre

Por que a teoria da conspiração no sorteio dos grupos da FIFA é uma bobagem

Fernanda Lima, co-apresentadora do evento, e as mãos do secretário-geral da FIFA, Jerôme Walcke: teoria conspiratória não cola (Foto: Nelson Almeida / AFP)

Fernanda Lima, co-apresentadora do evento, e as mãos do secretário-geral da FIFA, Jérôme Valcke: teoria conspiratória não cola (Foto: Nelson Almeida / AFP)

A suspeita levantada pelos argentinos é divertida, mas não tem pé nem cabeça

Do site de VEJA

Estúpida”, “sem nexo”, “doentia” e “insana”: esses foram alguns dos termos usados pelo secretário-geral da FIFA, Jérôme Valcke, ao comentar a teoria da conspiração que acusa a entidade de manipular o sorteio dos grupos da Copa do Mundo, na última sexta-feira, na Bahia.

A suspeita, que foi levantada por um vídeo produzido na Argentina, até que é divertida: acompanhadas da trilha sonora da série de TV Arquivo X, as imagens editadas no vídeo parecem mostrar Valcke se arriscando como ilusionista, pegando as bolinhas escolhidas por ex-craques como Zidane e Cafu e trocando o papel de dentro delas por outros que já estavam em sua bancada.

O vídeo, que tinha 5,3 milhões de exibições até a manhã de terça, foi visto mais 2 milhões de vezes até a manhã desta quarta.

Os comentários do francês sobre a acusação, no Marrocos, onde ele acompanhará o Mundial de Clubes, revelaram o tamanho da irritação do cartola, mas ele perdeu uma boa chance de apresentar argumentos claros e lógicos que derrubassem a história toda.

E não é difícil reunir essas explicações – de fato, diante de todas as informações disponíveis sobre o sorteio e sobre o Mundial, achar que houve um grande complô para direcionar o sorteio é acreditar numa fantasia digna das tramas dos agentes Fox Mulder e Dana Scully.

sorteio 01O vídeo que tenta provar que Jérôme Valcke manipulou o sorteio trocando os papéis na bancada não mostra as imagens que, durante a transmissão, enquadram o francês por outros ângulos – nada menos que sete câmeras gravaram os movimentos do cartola. Duas delas ficavam nos lados da bancada e uma, atrás de Valcke. O francês teria de ser craque em ilusionismo para driblar todas essas lentes.

Sorteio 02Além de Fernanda Lima e de ex-craques como Zidane, Cafu, Matthäus e Cannavaro, que estavam ao redor de Valcke no palco, o sorteio foi monitorado de perto, desde os preparativos até sua execução, pela britânica Ernst & Young, uma das maiores e mais respeitadas empresas de auditoria do planeta. A contratação da EY pela FIFA visava justamente evitar que qualquer suspeita cercasse a cerimônia.

sorteio 03Ninguém sabe explicar por que a FIFA montaria alguns grupos tão duros caso tivesse a distribuição dos times sob seu controle. Três deles podem eliminar logo na primeira fase seleções que são sucesso de público e audiência – equipes como Itália, Espanha, Holanda, Inglaterra, Uruguai e Alemanha seriam perdas irreparáveis para o resto do torneio. Quanto mais essas equipes jogam, mais a FIFA lucra.

AGORA, VEJAM O VÍDEO ARGENTINO SOBRE “MANIPULAÇÃO” NO SORTEIO:

End

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: